cultura memorial

Livro 7, a livraria dos recordes e dos pernambucanos.

 

A história da Livraria Livro 7, teve início em  27 de julho de 1970. Inaugurada  pelo livreiro Tarcísio Meira, sobressaiu-se ao trazer inovações que agradaram aos leitores e interessados em cultura.

Novo conceito de atendimento: A começar com um conceito inovador de disposição interna, sem balcão, que permitia o livre trânsito entre as prateleiras, deixando à vontade os interessados para olhar e escolher a compra de um ou mais livros.

No local, existiam também,  cadeiras para leitura, diversos eventos culturais e noites de autógrafos. Modelo adotado até hoje pelas grandes  livrarias do país.

A maior do Brasil, com reconhecimento mundial: Localizada na rua Sete de Setembro tornou-se grande, sendo considerada, inclusive, a maior livraria nacional tanto em tamanho quanto em exemplares, cerca de 60 mil, com reconhecimento pelo Guiness Book.

Palco de grandes lançamentos: A Livro 7  foi  palco para o lançamentos de obras de Gilberto Freire, João Cabral de Melo Neto, Ariano Suassuna  e de outros artistas expoentes, contribuindo diretamente na formação cultural e política da cidade do Recife. Logo, tornou-se um lugar de grande efervescência cultural, ponto de convergência para várias pessoas, sendo bastante frequentada pela classe artística e por jornalistas.

Exposições e performances de artistas como Paulo Bruscky, Cavanis Rosas e Katia Mesel, assim como apresentações rápidas de Geraldo Azevedo, Alceu Valença e Robertinho do Recife geraram momentos memoráveis que encantavam os seus frequentadores.

Filiais pelo Nordeste: No seu auge, a Livro 7 abriu filiais em Alagoas, Paraíba e Ceará. Todavia, sucumbiu ante à instabilidade econômica do país, devido a planos de governo fracassados e a expansão de livrarias em shoppings, tendo suas atividades encerradas após três décadas de funcionamento, no ano 2000. Além de ter sofrido com a decadência do centro da cidade que pesou na queda das vendas e no declínio do negócio, conforme reconheceu Tarcísio Pereira.

Perda irreparável: Em 2021, 0 fundador da Livro 7, faleceu devido a complicações da COVID 19, mas o seu legado e a sua história continuarão presentes no cotidiano da cidade, porque a livraria  deixou saudades na memória de muitos pernambucanos, pois, como disse certa vez, o escritor Raimundo Carrero: a Livro 7 era uma festa.

Gostou do conteúdo do resgaste histórico ? Que boas lembranças ne?navegue pelo nosso guia digital Recife Centro e acompanhe nosso perfil no facebook e no instagram.

 

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Atacado

ABERTO

ABERTO

FECHADO

Varejo

ABERTO

Avenida Dantas Barreto, 793 - São José, Recife - PE, Brasil

Segunda - Sexta: 09:00-17:30h
Sábados: 09:00-15:00h

Artigos Relacionados