Igrejas Turismo Varejo

Tradição e fé nas festas juninas.

Junho é um mês especial com muitas festas, cores e comidas típica, tanto na capital, como no interior. E com ele chega, a tradição e a fé nas festas juninas.

O início foi ainda no século XVI, onde as famílias portuguesas  já mantinham a tradição de celebrar os santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio.

As comemorações eram feitas para afastar os maus espíritos e qualquer praga que pudesse atingir a colheita. Quando o Cristianismo se consolidou como a principal religião do continente europeu, dando-lhes nova ressignificação com a incorporação de elementos católicos.

Com a colonização do Brasil pelos portugueses, os seus ritos e celebrações religiosas foram sendo assimilados e pelo nosso povo.

Inicialmente, a festa junina possuía uma conotação estritamente religiosa e era realizada para Santo Antônio (no dia 13 de junho), São João ( 24 de junho) e São Pedro (29 de junho). Depois, expandiu-se para se tornar um dos festejos populares mais apreciados, especialmente no interior.

A princípio, era conhecida como festa joanina, em referência a São João, mas, ao longo dos anos, teve o nome alterado para festa junina, em referência ao mês no qual ocorre, junho.

O significado da fogueira e dos balões

Para os católicos, a fogueira – um dos maiores símbolos das comemorações juninas – tem suas raízes no aviso que foi dado por Santa Isabel, sinalizando o nascimento de João. .

Os balões também possuem cunho religioso, pois era-lhes atribuído, uma função mensageira: levar as orações e os pedidos dos fiéis aos santos.

No Recife, a devoção aos santos gerou a construção de diversas igrejas, que resistem ao tempo e que atraem milhares de fiéis nessa época. Veja onde ficam:

A Igreja de Santo Antônio fica localizada no bairro que ganhou o mesmo nome, Santo Antônio, em Recife.  Foi a primeira igreja do centro do Recife, inaugurada em 1606.  Na igreja de estilo rococó,  foi sepultado um dos heróis da Insurreição Pernambucana, Henrique Dias. E haja promessa pro santo casamenteiro. Os horários das missas se intensificam nesse período.

Já no pátio de São Pedro, encontramos Igreja de São Pedro dos Clérigos, inaugurada em 1781, advém do princípio do século XVIII, sendo considerada uma das mais belas em estilo barroco e uma das obras arquitetônicas religiosas mais expressivas de Pernambuco.  Pátio do Terço

Para os devotos de São João, o grande padroeiro da festa,  temos a  Igreja de São João Batista dos Militantes, uma das mais antigas de Pernambuco datado do século XVI. Localizada em Olinda, construído em estilo maneirista em 1586, serviu como a primeira moradia dos monges beneditinos no Estado de Pernambuco.

Com uma decoração colorida e alegre, fogos de artifícios, quadrilhas, forró, comidas à base de milho e muita fé nos santos do mês, assim resiste a cultura das festas juninas por todo o Brasil, movimentando o comércio e a economia de milhares de famílias.

E quem quer decorar a casa, comprar adereços, fitas, roupas, o tradicional chapéu de palha e imagens juninas encontra uma grande variedade de artigos e lojas no centro do Recife, porque São João se faz com fartura, alegria e diversão.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Atacado

ABERTO

ABERTO

FECHADO

Varejo

ABERTO

Avenida Dantas Barreto, 793 - São José, Recife - PE, Brasil

Segunda - Sexta: 09:00-17:30h
Sábados: 09:00-15:00h

Artigos Relacionados