Artesanato Bordados Varejo

7 dicas para começar a fazer artesanato

Se você der uma boa olhada ao seu redor é possível que encontre alguma peça de artesanato aí mesmo onde você está. O trabalho artesanal está presente em  nosso dia a dia.

São pulseiras, colares, roupas, bolsas, luminárias, vasos, cestas, necessaire, bandejas e tantos outros objetos produzidos manualmente por artistas e trabalhadores informais dos mais variados.

Os  produtos artesanais são feitos com materiais simples como madeira, miçangas, pedrarias, palhas, MDF, plástico, barbante, entre outros. Há quem se dedique à confecção apenas por prazer, pois a atividade também possui um efeito terapêutico.

Alguns estudos mostram que o trabalho manual diminui o estresse, melhora a concentração e estimula a criatividade.

Por demandar poucos recursos e ser de fácil produção, muitas pessoas têm recorrido à produção artesanal como uma fonte de renda extra. Talvez você tenha chegado a esse post justamente porque está pensando em começar a fazer artesanato. 

Separamos 07 dicas para você saber por onde deve iniciar. Vamos lá?

1 – Use suas habilidades – São muitas as técnicas e possibilidades para fazer produtos artesanais. Na hora de decidir , é importante focar nas suas próprias habilidades.

Pense naquilo que você faz bem e invista tempo para aperfeiçoar. Pesquise e adapte à sua realidade. 

2 – Busque oportunidades – Fique atento às necessidades de sua região. Pode ser sua rua, bairro ou condomínio. Procure identificar que tipo de produto seria mais útil e de fácil vendagem entre os amigos e conhecidos.

É mais fácil começar por quem está perto da gente. E mais: a propaganda boca a boca é super importante para iniciar qualquer negócio.

3- Foque na praticidade –  Separe um local tranquilo e espaçoso para montar o seu pequeno ateliê e começar a trabalhar. Organizando seu tempo, é possível conciliar com outros trabalhos, inclusive os domésticos.

4-  Busque inspirações – Na internet há uma infinidade de dicas e trabalhos nos quais você pode se inspirar para começar a criar suas próprias peças. Aplicativos como o Pinterest , por exemplo, são ótimas ferramentas de busca para pescar e organizar suas inspirações.

5- Deixe sua marca – Valorize o seu próprio diferencial. É importante deixar sua marca no produto. Pode ser um pequeno detalhe, mas que faça diferença para quem escolher o seu produto.

6- Use as redes sociais –  Elas servem como uma vitrine para expor o trabalho e possibilita um contato direto com os clientes. Use e abuse das redes para tornar o seu artesanato mais conhecido. Lembre-se de caprichar na hora de tirar as fotos de seus produtos.  

7 – Visite lojas especializadas – No centro do Recife há diversas lojas onde você encontra tudo o que precisa para começar a trabalhar. A Casa da Cultura, Centro de Artesanato e o  Mercado São José  são ótimos locais para conhecer o trabalho de outros artesãos e trocar experências.

Onde fazer cursos e comprar o seu material de trabalho

No centro do Recife, você poderá encontrar diversos lojas que realizam cursos, workshop e diversas ações para os  artesãos. É só ficar ligada nos cronogramas e se inscrever. Nos boxes há uma variedade incrível de pinturas, porta-retratos

Para adquirir os produtos para a produção do material, não faltam opções. A começar do mercado São José que comercializa cestas, diversas matérias primas e ferramentas para começar .

A Casa Cajueiro, na Rua da Praia, é uma loja especializada em materiais para artesanato que funciona há 106 anos! Lá você encontra caixas de MDF, cavaletes, pincéis, imagens de esculturas, material para fazer biscuit, entre outros. Tudo com um precinho em conta para não pesar no bolso.

Outra dica de loja para encontrar seu material é a Irmãos Haluli, na Rua Santa Rita. Uma das mais tradicionais do centro do Recife. Entre os mais de 30 mil itens à disposição estão plásticos, colas, tintas, pinçéis e muito mais para te auxiliar na sua produção de quadros, móveis, lembranças para festas e eventos e artigos para casa.

Também na mesma rua, temos 0 Armarinho Ivo com uma grande variedade de linhas de crochê, tricô, bicos de renda, laços, botões, zipers, agulhas e muitos outros equipamentos para quem tem habilidade com costura e quer investir na produção de peças de vestuário ou cama, mesa e banho.

Para quem gosta de ousar na criatividade de adereços como colares, brincos, pulseiras, máscaras e produtos customizados, a  Casa LapaCia da Montagem  tem miçangas, contas, linhas, elásticos, tintas, moldes e componentes para as mais diversas criações que acompanham as tendências da moda.

Se a sua escolha for na produção de bolsas, pochetes, necessaires, sandálias, almofadas, cintos  utilizando artigos em couros, sintéticos, napas ou tecidos impermeáveis, passe na Casas Leo da Rua Direita ou  Tobias Barreto e leve tudo o que precisa.

Lá tem uma grande variedade de fivelas, fechadores, etiquetas, plásticos, adaptadores, colas, cortadores, tesouros, alicates de pressão e muito mais.

E aí, que tal colocar em prática nossas dicas hoje mesmo? 

Gostou do post? Curta nossas redes sociais.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

FECHADO

ABERTO

FECHADO

ABERTO

Galeria 910 - Avenida Dantas Barreto - São José, Recife - PE, Brasil

Segunda - Sexta: 08:00-18:00h
Sábados: 08:00-14:00h

Artigos Relacionados